Textos - Medo de Dirigir 

ADULTO

Medo de Dirigir 

Para algumas pessoas adquirir a autonomia para dirigir não depende só das praticas realizadas em escolas de direção.

Observa-se que em alguns casos, mesmo após a pessoa ter aprendido as técnicas necessárias para conduzir um veículo, ainda assim quando necessita exercer este aprendizado sozinho ou ainda demonstrá-lo na prova de direção, encontra dificuldade que lhe impossibilita de fazer uso de seu conhecimento para dirigir.

A questão é que conquistar a condição necessária para dirigir é mais do que aprender a técnica e a pratica de direção, envolve aspectos emocionais que precisam ser considerados e em alguns casos tratados, para que o indivíduo se sinta em condições de fazer uso de seu aprendizado com eficiência.

Para entender como estas questões emocionais influenciam é necessário pensarmos que o motorista é uma pessoa e que cada pessoa tem características próprias de personalidade e que tudo o que fazemos leva a marca daquilo que somos e sentimos.

O principal sentimento que interfere negativamente no dirigir é o medo excessivo, pois o medo rouba a atenção que seria utilizada para o desenvolvimento de outras habilidades necessárias para o bom desempenho na direção, como: atenção, percepção, compreensão e decisão.

As pessoas com medo excessivo se sentem paralisadas, ou agem sem pensar, inseguras não tomam as decisões adequadamente. Nestes casos enfrentam um grande desconforto psíquico e físico tais como: taquicardia, suor excessivo, tremores, enjôo etc, que gera sofrimento.

Como enfrentam este mal-estar, muitas evitam esta situação, para evitar a dor que lhe gera, se distanciando ainda mais da possibilidade de vencer este desafio.

As pessoas que encontram dificuldades para dirigir apresentam normalmente algumas características de personalidade em comum: cobram-se muito frente ao erro, temem o julgamento alheio, são mais inseguras e ansiosas.

Esta na historia de cada um a explicação para o medo de dirigir. Tal medo depende de aspectos da educação, de formas da pessoa reagir emocionalmente aos desafios ao longo de sua vida, das soluções que busca para seus problemas, condições estas que vai constituindo sua personalidade que é seu jeito de ser.

São pessoas que embora tenham enfrentado em sua vida coisas muito mais complexas, sejam inteligentes e com um bom potencial na vida, ainda assim encontram esta dificuldade.

Nesses casos é necessário que a pessoa enfrente seu medo e pratique o dirigir. Enfrentando passo a passo seu receio, para que à medida que consiga resultados positivos isto reforce sua autoconfiança.

Junto a isto é necessário compreender quais os aspectos emocionais que influenciam sobre o desempenho do dirigir, permitindo assim dar mais ordem ao pensamento.

Alem disto é necessário tratar em psicoterapia de características da personalidade que indiretamente influenciam negativamente para o bom desempenho desta atividade.

Rosângela Martins
Psicóloga
CRP 07/05917






Localização do Consultório:
Psicóloga no Centro Histórico de Porto Alegre:
Rua Gen. Andrade Neves, 155 conj. 63 – Centro - Porto Alegre - Telefones: (51) 3225.1171 e (51) 98337.4242
Psicóloga Adolescentes e Adultos

Atendimento de segunda à sábado
rosangelamartinspsicologa@gmail.com